No One Lives

No One Lives

Outro filme que vi aos 45 do segundo tempo em 2013 foi o terror/suspense No One Lives que apesar de ter um início bacana, uma boa reviravolta (um pouco previsível) e um ator se esforçando para fazer algo mais, o filme não engrena e não decola, se tornando apenas mais um filme de serial killer que mata sem dó todo mundo que vê pela frente. O filme do japonês Ryûhei Kitamura, que ganhou destaque pelo filme O Último Trem, não decola por um simples motivo a trama tem “vilões” fracos…

Diana

Diana

O grande problema de Diana é transformar a história da mulher mais famosa do mundo em apenas uma história de uma mulher apaixonada por um homem comum e focar o filme todo praticamente neste romance que, com todo o respeito, não empolga e não faz com que a platéia torça para o casal. Antes de ir ao cinema ver o filme ouvi muita gente falando que o filme transformava Diana em uma Deusa, em uma mulher perfeita que só queria e fazia o bem, e também achava que ia ver…

O Último Guarda-Costas

O Último Guarda-Costas

O grande problema de O Último Guarda-Costas é que não tem um roteiro inédito e quando ele parece que vai dar um algo novo ou uma chacoalhada no telespectador, ele continua no mesmo ritmo e que, apesar de certa qualidade no elenco, é pouco para tirar o filme do comum. Como disse acima o roteiro é bem comum: homem que sai da cadeia e ao tentar uma vida nova é perseguido pela antiga vida e pelo chefão do passado, porém o filme não explica direito quem era o personagem de…

Cowboys & Aliens

Cowboys & Aliens

Zapeando estes dias comecei a ver Cowboys & Aliens, pois pensei que até poderia ser interessante trazer Aliens para o meio do oeste americano, já que normalmente os Aliens são retratados no cinema como mais evoluídos que o homem, então me perguntei por qual motivo eles esperariam anos para vir até a Terra? Ou seja, parecia algo interessante, mas no final o filme não foi nem um bom faroeste e nem uma boa ficção. Cowboys & Aliens até se esforça para ser um bom faroeste, porém deste lado da trama…

Espelho, Espelho Meu

Espelho, Espelho Meu

No ano em que Branca de Neve ganha duas adaptações para o cinema, Espelho, Espelho Meu parecia ser o que mais aproximaria da história que todos conhecemos, e realmente o filme lembra em alguns pontos a história que já vimos, porém o filme de belíssima fotografia e cores impressionantes, deixa a desejar como conto de fadas tornando-se apenas um filme comum e sem grande inspiração. O diretor indiano usa e abusa das cores e de uma belíssima fotografia para nos levar para um mundo de faz de conta da Branca de…

12 Horas

12 Horas

A estréia do diretor brasileiro Heitor Dhalia no cinema americano deixou a desejar, bem diferente do seu último filme aqui no Brasil (À Deriva) o seu primeiro filme no EUA é um amontoado de trivialidades comuns aos filmes de suspense, sem nenhuma grande inovação e que no final só dá pequenos sustos, estes também comuns aos filmes do gênero. A culpa no fundo não é de Heitor Dhalia, mas sim do fraco e previsível roteiro de Allison Burnett (Banquete do Amor) que usa de ideias repetidas para filmes sobre sequestro…

Você de Novo

Você de Novo

Você do Novo não poderia ter nome melhor, pois o que vemos na tela é uma comédia que tem poucos momentos interessantes, pois o filme é mais do mesmo de novo, a eterna briga entre a popular da escola contra a nerds feinha que anos depois vira uma mulher poderosa e linda. O filme sai da premissa de que como seria o encontro destas duas “inimigas” em um futuro distante, como elas tratariam as diferenças do passado e como cada um dos problemas da escola afetou a vida elas, porém…

Um Dia

Um Dia

O grande problema de Um Dia é o vazio do roteiro, em que nenhum momento vai fundo na vida dos seus personagens, e cria uma história de amor e amizade sem a força necessária para durar tantos anos e emocionar ou final do filme. O que acaba se salvando no filme é uma bela fotografia de Londres e de Paris, e a presença sempre agradável da belíssima Anne  Hathaway. A diretora Lone Scherfig (Educação) até tenta repetir em Um Dia o sucesso com seu último, mas infelizmente ela não foi ajudada…

Ao Vivo!

Ao Vivo!

Totalmente sem querer comecei a assistir ao filme Ao Vivo, um filme com uma ideia muito interessante, com um bom elenco, mas que perdeu sua coragem com o decorrer do tempo e o acabou transformando em um filme comum, com certa tensão no ar é verdade, mas poderia ter sido mais ambicioso. Cade vez mais vivemos em uma sociedade que se expõe, uma sociedade que gosta de saber da vida do outro, se não sou de assistir BBB ou programas similares, admito que uso Facebook, Twitter e Foursquare, ou seja,…

Carros 2

Carros 2

Abaixo vou falar um pouco dos motivos que me levaram achar Carros 2 uma das mais fracas animações to últimos tempos. Primeiro sabemos que continuações de animações são principalmente para arrecadar alguma grana com venda de bonecos, álbuns e tudo que envolve os personagens destes filmes, mas em alguns casos é complicado você pensar em uma continuação, como uma para Carros (também não vejo uma continuação para Rio). Diferente do que aconteceu no segundo Shrek e até nos três Toy Story, a estória precisa continuar numa sequência lógica, aliás, Toy…