A Garota da Capa Vermelha

A Garota da Capa Vermelha

É impossível você não comparar A Garota da Capa Vermelha com Crepúsculo, uma vez que a Catherine Hardwicke parece que pegou a mesma direção de arte, o mesmo manual e fez um filme seguindo o roteiro igualzinho, tomadas aéras, 2 aspirantes a galãs brigando por o amor de uma menina e um suspense que não engrena. Bem, a melhor coisa de A Garota da Capa Vermelha são os belíssimos olhos azuis da Amanda Seyfried, aliás, a diretora usa e abusa em closes dos olhos da atriz, que ainda precisa mais…

Deixe-me Entrar

Deixe-me Entrar

Enquanto defini o sueco Deixe Ela Entrar como Belo, forte, dominante, poético, triste, denso, aterrorizante, profundo… Eu posso definir o Deixe-me Entrar como um remake sem o principal, a alma! O diretor Matt Reeves até tentou montar um filme quase que cópia do original, mas a alma não se copia e ainda, em alguns casos, tirou do público o que o original deixou, a dúvida e até a sua poesia. Não vou dizer que Deixe-me Entrar não tem suas qualidades, tem sim, mas o problema maior é ser um remake…

Demônio

Demônio

Devil é um filme pequeno e quase passa despercebido por ai, mas se não é uma obra-prima traz muita coisa boa e, principalmente, um suspense simples e meio angustiante em alguns momentos onde tudo fica no escuro. O roteiro do filme é bem simples e bebe na mesma fonte de alguns filmes ou séries que já vimos por aí, onde algumas pessoas com um passado nada santo são colocados a prova, seja por Deus ou pelo Diabo, e aqui eles são colocados a prova em um elevador, um espaço pequeno…

O Último Exorcismo

O Último Exorcismo

Uma das maiores bobeiras que eu vi ultimamente é este Último Exorcismo, desculpe os fãs do gênero, mas tirando o bom personagem central o filme é mais do mesmo e nem susto chega a dar. O personagem principal é o pastor Cotton Marcus (Patrick Fabian) que participa de um documentário sobre exorcismo e desde o início já mostra que ele tem o poder sobre a Fé das pessoas, dizendo que pode dar um sermão sobre um bolo e todos vão aplaudir, o que de fato acontece. Seguindo este personagem que…

A Hora do Pesadelo (2010)

A Hora do Pesadelo (2010)

Podem me xingar, em outubro de 2009 eu perguntei aqui mesmo no blog: “Precisamos de mais um A Hora do Pesadelo?” E nem precisava ver para saber a resposta desta pergunta, certo? Mas mesmo assim, eu aluguei e assisti ao filme, e assim como me decepcionei ao ver Sexta-Feira 13, me decepcionei ainda mais neste a Hora do Pesadelo. Assim como o novo Jason, o novo Freddy não assusta, não tem sarcasmo e apenas um serial killer que mata sem piedade. O Freddy de antigamente adorava brincar com suas vítimas, era…

Anticristo

Anticristo

Faz um pouco mais de uma semana que assisti Anticristo do polêmico Lars Von Trier, e entendi porque todo o alvoroço em volta do filme. Anticristo é perturbador, forte, polêmico, chocante, mas que mesmo assim possui belos e intensos momentos. A abertura do filme, o prólogo, é uma das mais belas aberturas de um filme, calmo e intenso, com a bela música Lascia ch´io pianga, de Handel (segundo o Denis do Cinemaníaco). Mas mesmo numa bela abertura, muito bem montada, Lars Von Trier já deixa claro o que virá pela…

Jogos Mortais V

Jogos Mortais V

Continuando com os filmes que abriram o ano de 2010, aí vai  mais um filme descartável. Quando surgiu em 2004 Jogos Mortais surpreendeu com uma boa trama e um final interessantíssimo, porém o filme acabou virando franquia que a cada filme que passa deixa a desejar. Este quinto filme da franquia é fraco. Talvez até seja um pouco melhor que o terceiro e que o quarto, não que isso seja um grande feito. Seguindo a receita de bolo de todos os filmes da série, este até que tem uma trama…

Catacumbas

Catacumbas

Domingo, meio de ressaca após um sábado de pizzas no forno a lenha, pôker e cerveja eu acabei vendo este fraquíssimo filme de terror no Telecine Action ou Premium, não lembro do canal e nem deveria lembrar do filme, mas ele é tão ruim e tão fraco, que ainda não esqueci. Acho que comecei a ver o filme porque era em Paris, mas de Paris mesmo nós vemos uns 5 minutos, depois passamos o resto do filme nas Catacumbas de Paris, onde um grupo de amigos faz festas eletrônicas com…

Atividade Paranormal

Atividade Paranormal

Fui ver Atividade Paranormal e esperava um pouco mais do filme, principalmente depois de alguns elogios da imprensa e do filme ter faturado tudo que faturou com um orçamento menor do que time que vai jogar a série B em 2010. O problema é que o filme funciona muito bem para um lado, o psicológico. Em alguns momentos a nossa mente parece que vê coisas que não estão na tela e qualquer barulho dentro da sala do cinema, parece que é um abajur se mexendo ou uma torneira rangendo. Nisso,…

Deixa Ela Entrar

Deixa Ela Entrar

Belo, forte, dominante, poético, triste, denso, aterrorizante, profundo… Como definir Deixa Ela Entrar? Estou aqui alguns minutos olhando para a tela do computador e não sei qual seria a definição exata para o filme, se é que existe algo exato para definir o filme. O que sei que é um grande e maravilhoso filme. Seria muito melhor ver o filme sem ter lido a sinopse, sem saber o que existe por trás daquela relação pura, de admiração, de confiança e de possível amor ou interesses. A necessidade de que ambos…