Antes da Meia-Noite

AntesDaMeiaNoite

Como manter uma belíssima história de amor na imaginação dos cinéfilos e fãs por 9 anos e conseguir, novamente, criar um filme envolvente, apaixonante e fora de série? Richard Linklater, Julie Delpy e Ethan Hawke possuem a resposta e repetem o feito desde 1995, pois é desde lá que de 9 em 9 anos eles nos levam para o romance vividos por Jesse e Celine.

Antes de escrever mais sobre o filme, é bom lembrar que Antes da Meia-Noite é a continuação do romance inciado em 1995 na bela Viena com Antes do Amanhecer, com amadurecimento na romântica Paris em 2004 (com o também ótimo Antes do Pôr-do-Sol). Se você não viu nenhum destes filmes, não vá ao cinema, não pelo fato de que você não vá entender o filme, até entenderá, mas não entenderá o romance vivido por Jesse e Celine. E se você não gostou dos filmes anteriores, pule este filme e siga em frente, pois ele segue a mesma filosofia inteligente e integrante dos antecessores.

Voltando ao filme, depois de vermos Celine (Julie Delpy) e Jesse (Ethan Hawke) se apaixonarem nas ruas de Viena, relembrarem aquele amor que permaneceu ali eterno entre eles em Paris,  ficarmos imaginando se um dia eles voltariam a se encontrar, e temos a grata surpresa de ver que aquele amor esta ali, vivo e permanente como toda boa história de amor do cinema.

Mas é óbvio que em se tratando de Celine e Jesse não estamos a frente de uma comédia romântica comum, de um amor simples e de um filme água com açúcar, o que temos, mais uma vez, é um roteiro afiadíssimo escrito pelo diretor Richard Linklater e pelas duplas de atores. Um roteiro maravilhoso e principalmente que mostra que ainda temos almas criativas que podem fugir do comum, uma vez que é um roteiro que vai dos assuntos mais simples do relacionamento até os mais sérios, onde o amor realmente é testado pelas várias diferenças, infelicidades e “causos” que um relacionamento pode gerar.

Obviamente, como já alertei acima, o filme segue o mesmo esquema dos outros, uma vez que temos quase que praticamente só os dois atores em tela discutindo sobre a vida deles, sonhos, mudanças que a vida causou em cada um deles, perdas, desejos, sexo, traição, trabalho, filhos, ex, tabus e tudo que envolve um relacionamento maduro entre adultos, pois nem sempre um relacionamento é um completo conto de fadas, sem dizer que precisávamos deste filme para ver que até o mais improvável dos romances tem seus altos e baixos, que mesmo sendo uma história magnífica de amor, nunca um relacionamento é algo simples e trivial.

Sabe aquela sensação que eu falo de mais do mesmo que estraga alguns filmes, bem, aqui é totalmente ao contrário, pois já vimos aqueles dois discutindo a vida, o amor e os mais diversos assuntos, mas isso funciona de novo, e funciona graças a dois grandes atores Julie Delpy e Ethan Hawke, e como o roteiro aborda a nova fase deles, já que vemos Jesse e Celine maduros, fortes e com feridas abertas pelo tempo juntos.

O filme pode não inovar na sua dinâmica, mas tanto Julie Delpy quanto Ethan Hawke estão ótimos em cena, pois assim como nós eles acreditam no amor de Celine e Jesse e exalam uma química que surgiu 18 anos atrás, sem perder aquele ar de descoberta, mesmo com um relacionamento com altos e baixos. As cenas dois dois no quarto de hotel é magnífica, mostra a sinceridade com que os dois se entregam ao filme e ao roteiro, pois de nada valeria um roteiro inteligente, intrigante e envolvente se tivéssemos atores fracos e distantes dos personagens. Resumindo, eles estão simplesmente ótimos!

A grande diferença para os filmes anteriores é que Richard Linklater fez das cidades personagens presentes, em Antes do Amanhecer ele usou Viena vazia, passeou pelas mesmas ruas onde o romance começou no final do filme (leia mais aqui) e em Antes do Pôr-do-Sol é Paris que aparece vazia antes de ser preenchida pelo belíssimo amor de Celine e Jesse, aqui a Grécia está presente, mas nunca sozinha, sempre temos os dois juntos na tela se misturando a bela fotografia, talvez isso ocorra para mostrar que agora aquele amor amadureceu e realmente prevaleceu.

Para terminar vale ressaltar a bela cena do almoço que o casal Jesse e Celine participam com os anfitriões gregos, e como não poderia deixar de ser, é recheada de diálogos inteligentes e envolventes.

Antes da Meia-Noite não é apenas uma continuação querendo ganhar um pouco de grana e feito para aproveitar os fãs que construiu durante os anos, é uma sequência fiel e verdadeira ao belo romance entre Celine e Jesse. Agora basta espera mais 9 anos para saber se esse foi o ponto final.

Até,
André C.

Antes da Meia-Noite (Before Midnight – 2013)
Sinopse: Nove anos após os eventos de Antes do Pôr-do-Sol, Jesse (Ethan Hawke) e Celine (Julie Delpy) vivem juntos em Paris, ao lado das filhas gêmeas que tiveram. Ele busca sempre manter contato com Hank (Seamus Davey-Fitzpatrick), o filho adolescente que teve com a ex-esposa e que vive em Chicago com a mãe. Quando o casal resolve ir à Grécia com as filhas, Jesse decide também convidar Hank para a viagem. Neste contexto, Jesse segue tentando se tornar um romancista de sucesso, enquanto que Celine considera seriamente a possibilidade de aceitar um emprego junto ao governo francês.
Direção: Richard Linklater
roteiro: Richard Linklater, Ethan Hawke e Julie Delpy baseados nos personagens criados por Richard Linklater e Kim Krizan para o filme Antes do Amanhecer de 1995.
País: EUA
Duração: 109 minutos
Elenco: Ethan Hawke (Jesse), Julie Delpy (Celine), Seamus Davey-Fitzpatrick (Hank), Jennifer Prior (Ella), Charlotte Prior (Nina), Xenia Kalogeropoulou (Natalia), Walter Lassally (Patrick), Ariane Labed (Anna), Yiannis Papadopoulos (Achilleas) e Athina Rachel Tsangari (Ariadni).

Nota Filme 4.5

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts