(500) Days of Summer

(500) Days of Summer

500daysofsummer_02Admito que (500) Days of Summer era um dos filmes mais aguardados por mim, principalmente por causa da presença de Zooey Deschanel, e não tenho vergonha de dizer isso!

A espera foi longa e parecia que não teria fim, pois Sampa, BH, Rio e outros tiveram o privilégio de ver o filme bem antes do que os cinéfilos e adoradores de Zooey que moram em Curitiba, mas finalmente a hora chegou e eu tive o prazer de ver o filme e posso dizer que a espera valeu, e não foi só pela beleza simples, mas dominante de cada de detalhe de Zooey, mas por ser um dos filmes mais bacanas e agradáveis do ano.

A partir de agora tentarei não falar mais de Zooey e dedicar o resto do post ao filme do diretor Marc Webb, um filme inteligentíssimo e com alguns momentos bem poéticos.

O filme, como somos alertados, não é um romance comum e nem vai nos apresentar um final feliz, e não seria o único romance a não ter um final feliz, porém a dinâmica como a história é contada é no mínimo diferente, talvez não seja inovadora, mas que funcionou perfeitamente, uma vez que, nos leva nas idas e vindas dos dias, mostrando e comparando os momentos empolgantes e os de declínio na relação. Esta linha dos acontecimentos, somado a trilha sonora de qualidade e aos ótimos comentários de um narrador totalmente externo aos acontecimentos, faz que um filme comum se torne um dos melhores filmes do ano.

Ainda devemos somar a tudo isto o ótimo desempenho de Joseph Gordon-Levitt, simplesmente inspiradíssimo. Apesar de muitos irem ao cinema por causa de Zooey Deschanel, é Joseph Gordon-Levitt que toma conta do filme e transforma a personagem de Zooey, a Summer do título, numa menina encantadora e ainda mais apaixonante. Sua atuação é tão inspirada que seus momentos de paixão e de depressão é que moldam o filme.

Sem sombra de dúvida Joseph Gordon-Levitt é o grande destaque do filme, e poderia ser lembrado pela academia, mas o resto do elenco de suporte está muito bem. Desde amigos até a irmã de Tom, aliás, suas cenas com a irmã mais nova são excelentes.

Resumindo, Marc Webb pegou um roteiro simples, e nem muito original, e transformou num filme atraente com ótimas músicas, excelentes atuações e que é para se ver e rever.

Para finalizar de vez o post, Zooey Deschanel é incomparável e mesmo quando querem deixar ela como a vilã de um grande amor, a gente se apaixona ainda mais por ela.

Até,
André C.
___________________________

Sinopse: Tom Hansen está em uma reunião com seu chefe, Vance , quando ele apresenta sua nova assistente, Summer Finn. Tom logo fica impressionado com sua beleza, o que faz com que tente, nas duas semanas seguintes, realizar algum tipo de contato. Sua grande chance surge quando seu melhor amigo o convida a ir em um karaokê, onde os colegas de trabalho costumam ir. Lá Tom encontra Summer. Eles também cantam e conversam sobre o amor, dando início a um relacionamento.

Título Original: (500) Days of Summer
Gênero: Romance
País: EUA
Ano de Produção: 2009
Tempo de Duração: 96 minutos
Lançamento no EUA: 17/01/2009 (Sundance Film Festival)
Lançamento no Brasil: 13/11/2009
Direção: Marc Webb
Roteiro: Scott Neustadter e Michael H. Weber

Elenco: Joseph Gordon-Levitt (Tom Hansen), Zooey Deschanel (Summer Finn), Geoffrey Arend (McKenzie), Chloe Moretz (Rachel Hansen), Matthew Gray Gubler (Paul), Clark Gregg (Vance), Patricia Belcher (Millie), Rachel Boston (Alison) e Ian Reed Kesler (Douche)

10 thoughts on “(500) Days of Summer

  1. Eu simplesmente amei esse filme. Achei-o sensível e original. Mostrou que ainda é completamente possível fazer uma deliciosa comédia romântica… Que Trilha Sonora é essa hein? Putz… maravilhosa!

  2. A impressão que eu tenho é a de que todo mundo viu este filme menos eu! E, a cada novo texto lido sobre a obra, mais cresce a minha vontade de conferi-la.

  3. hahaha… Eu sou apaixonado pela Zooey desde o Guia do Mochilheiro das Galáxias…

    Imagina se você, em Curitiba, teve de esperar tanto… eu, em Maceió, nem alimentei esperanças de ver o filme nos cinemas e recorri a internet mesmo.. fazer o que.

    Já o filme é sensacional.. se ao menos metade das comédias românticas hollywoodianas tivessem a metade da inspiração desse filme… O Gordon-Lewitt coloca o filme nas costas e leva com uma maturidade e carisma enormes…

    Abraço

  4. Renata

    Eu tive que ver na net, mas adorei o filme, muito fofo e lindo. E vai dizer que você e todo mundo não se viu naquela cena que ele compara a realidade e o sonho/desejo?

    Quero ver no DVD de verdade!

    Bjo

    1. @Robson: Realmente a trilha sonora é muito boa, daquelas de comprar o CD e escutar várias vezes lembrando de Zooey! Abraços!

      @Kamila: Agora você precisa de cuidado, pois com os vários elogios você pode ter uma idéia muito boa do filme e esperar demais, apesar de que acho que não tem como não gostar de vários ou quase todos os detalhes do filme. Beijo

      @ Rauny: Nunca vi O Mochileiro, mas pretendo ver logo! Hehe! Concordo quando fala de Gordon-Levitt, o cara foi espetacular. Abraços!

      @Renata: Infelizmente o filme não tem grandes nomes do público em geral, daí algumas cidades ficaram sem o filme. Sim, acho que aquela cena da realidade e do que ele imaginava lado a lado é bem comum na vida de várias pessoas, inclusive na minha. Beijo

      @ Fernando: Marc Webb soube com competência transformar o simples em um grande filme, usou apenas a inteligência sem abusar da nossa! Abraços!

  5. Filmaço! Fiquei tb embasbacado com o charme e beleza de Zooey… e a história toda que foi contada com muita competência por Marc Webb.

  6. […] Surpresa: Joseph Gordon-Levitt ((500) Days of Summer) Atriz Surpresa: Mélanie Laurent (Não Se Preocupe, Estou Bem!) Ator Decepção: Joseph Fiennes […]

  7. […] ano concorrem ao melhor filme: (500) Days of Summer, Amreeka, The Last Station, Preciosa e Sin Nombre, para quem acompanha o blog sabe que meu […]

  8. Julio

    é muito frutinha esse filme, só vale a pena pra ver a atriz…. muita viadagem e lenga lenga pra um homem assistir

  9. Eu vi o trailer achei bem legal!.Amo o ator Joseph Gordon-Levitt vou assistir o filme só por causa dele.

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts