E Aí… Comeu?

E Aí… Comeu?

Quem me conhece sabe que não sou fã do trabalho de Bruno Mazzeo pós Cilada do Multishow, lá o ator realmente era original e divertia, mas no cinema, tanto em Cilada.com e como aqui em E aí… Comeu? o ator parece vestir o mesmo personagem de sempre, sem inovar em nada, apesar de que aqui a culpa não é toda dele, pois o filme do diretor Felipe Joffily com roteiro de Marcelo Rubens Paiva e Lusa Silvestre termina após uns 30 minutos de projeções, depois cai nos clichês do gênero e se torna repetitivo e até cansativo.

O filme até tem boas piadas e que funcionam bem no começo do filme, principalmente por trazer algumas coisas que realmente nós homens conversamos nos botecos da vida, mas justamente por ir e vir para as mesmas piadas o filme deixa de funcionar depois de um tempo, deixando claro para o telespectador que o filme não tinha força suficiente de durar os 100 minutos.

O problema nem é o filme cair em alguns clichês que já vimos em outros filmes, mas é que aqui eles não são nem trabalhados de uma forma diferente, são apenas clichês jogados na tela para criar piadas atrás de piadas, elas até funcionam nas cenas de bar, porém as cenas externas ao bar pouco contribuem para a história e quebram o ritmo do filme, atrapalhando o retorno ao bar onde o filme realmente acontece.

Sobre o elenco que Bruno Mazzeo parece ter sido tirado diretamente de Cilada.com para cá sem nenhuma mudança, ainda temos a presença da jovem Laura Neiva que apareceu com muito talento, mas aqui, em um papel bem mais sensual vivendo uma ninfeta, parece estar com tudo muito decorado, desde as falas até os gestos, apenas em alguns momentos ela mostra realmente aquele talento que mostrou em À Deriva. O resto do elenco parece completamente no automático, parecem se divertir com o filme, mas nenhum destaque propriamente dito.

Talvez a transição dos teatros para a tela deveria ter ido para uma série de TV, onde piadas, apesar que repetidas, funcionariam com mais precisão e com elas poderiam analisar o universo feminino, pela visão do homem, machista ou não, de uma forma mais geral, quebrada por episódios e com vários estilos de mulher, não as comuns vistas o filme.

E aí… Comeu? tira algumas risadas, mas é muito pouco em um filme repleto de clichês do gênero e nos personagens.

Saindo do filme para falar do complexo Cinemark, que teve as luzes apagadas com 15 minutos de atraso do horário da sessão, e somando-se trailer e propagandas (em quantidades cada vez maiores nos nosso cinemas) fez com que filme relamente começasse com quase 30 minutos de atraso, um descaso com o público.

Até,
André C.

E Aí… Comeu? (2012)
Sinopse: Em uma mesa de bar três amigos inseparáveis refletem sobre a vida e, principalmente, mulheres e sexo. O trio é formado por Fernando (Mazzeo), recém-separado, que conhece uma adolescente linda, e, para sua surpresa, ela foge clichê da ninfeta ingênua, é inteligente, bem resolvida e muito madura; Honório (Palmeira), jornalista, um esquerdista à moda antiga, casado, que suspeita que está sendo traído pela mulher; Fonsinho (Emilio), escritor e conquistador de mulheres, que nunca se casou e nunca conseguiu terminar um livro.
Direção: Felipe Joffily
Roteiro: Marcelo Rubens Paiva e Lusa Silvestre baseados em peça de Marcelo Rubens Paiva
Elenco: Bruno Mazzeo (Fernando), Marcos Palmeira (Honório), Emílio Orciollo Neto (Fonsinho), Dira Paes (Leila), Tainá Müller (Vitória), Laura Neiva (Gabi), Juliana Schalch (Alana), Seu Jorge (Seu Jorge – o Garçom), Murilo Benício (Wôlnei) e José de Abreu (Marrone)

Nota Filme: 2.0

One thought on “E Aí… Comeu?

  1. […] ainda podemos destacar 12 Horas, Espelho, Espelho Meu, Cowboys & Aliens, E Aí… Comeu?, Os 3 Mosqueteiros e Entre Vinhos e Amores que realmente ficaram abaixo daquilo que eu esperava […]

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts