Two and a Half Men?

Two and a Half Men?

Podem me xingar a vontade, mas Two and a Half Men não é nem perto do que era com Charlie Sheen, e olha que esperei metade da temporada para opinar, para que outros não me colocassem no que chamam de viúvas de Charlie Sheen.

Para começar eu não jogarei toda a culpa em cima do limitado Ashton Kutcher, pois em minha opinião ele até que se encaixou no personagem, porém a culpa é que o personagem dele não tem a mesma atitude que Charlie tinha, pois o Walden Schmidt parece um Jake (Angus T. Jones) maior e mais rico, pois as mesmas piadas que faziam com Jake menor, fazem com ele agora. Aliás o ar sempre meio adolescente de Kutcher é o que mais funciona em seu personagem, um eterno crianção, porém enquanto as piadas de beberão, galinha e mau elemento, mesmo que repetidas, funcionavam, hoje as piadas com ele parecem forçadas demais. Culpa do ator, com certeza não. Culpa do público, onde eu me incluo, que não consegue ver a série sem Charlie Sheen, também acho que não.

Pois ainda é evidente que a falta de Sheen é tão grande, pois até hoje ainda vemos piadas que lembram o falecido personagem, mostrando que ele era sim a alma da série, por mais que goste muito do Jon Cryer e seu Alan, a série girava em torno das atitudes de Charlie e como elas alteravam a vida de seu irmão. Agora Alan ganhou mais espaço, e isso é a única coisa boa da temporada, mas mesmo assim quando Alan é o foco a sombra de Charlie está ali. Não fomos só nós do lado de cá que não esquecemos Charlie, mas a série também se apoia nele para fazer rir. Talvez muitos não concordem, mas é o que vejo ao assitir a série, parece que todos esperam que Charlie Sheen vá aparecer a qualquer momento, pois o personagem continua mais vivo do que nunca.

Two and a Half Men continua tendo bons momentos, normalmente com o sempre ótimo Jon Cryer, mas ainda precisa de alguma coisa mais para voltar a ser aquela série de sempre e talvez esteja na hora de esquecerem totalmente que um dia Charlie morou naquela casa, para então que a gente do lado de cá também esqueça de vez do falecido personagem e do ator.

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts