Dexter – Quinta Temporada

Dexter – Quinta Temporada

Dexter para mim ainda é uma das melhores séries da televisão americana, pois além de ter conseguido trazer dos livros a alma do assassino tem o carisma e talento do ator Michael C. Hall que passou isso para o serial killer, tornando o um dos mais queridos assassinos do público.

O final da temporada passada colocou Dexter em um grande dilema, que era encontrar o seu eu humano e deixar um pouco o lado sombrio de lado, mas rapidamente os roteiristas conseguiram resolver um pouco a vida dele em relação aos seus enteados, porém vimos rompantes de Dexter que nunca tínhamos visto, ou seja, momentos humanos.

Mas depois de 4 episódios a série ainda não me empolgou neste quinto episódio, podemos até definir que 50% da temporada foi bem aproveitada e os outros 50% ainda estão sem muita importância, como o caso do Angel Batista (David Zayas) e o relacionamento entre Debra (Jennifer Carpenter) e Quinn (Desmond Harrington).

Concordo que não podemos ter uma série só focada em Dexter, mas acho que a desconfiança de Quinn em achar que Dexter é responsável pelo desaparecimento do Trinity é, junto com o lado humano de Dexter, o caminho a ser seguido pelos roteiristas, pois ao mesmo tempo em que ele precisa cuidar de Harrison, alimentar seu lado negro, ele precisaria desviar de um policial que desconfiada dele, ou seja, uma primeira temporada revista com um Dexter mais humano.

Ah! Depois do quarto episódio, acredito que Dexter deva ter um novo assassino a atacar, pois me pareceu que criará um relacionamento de proteção e de culpa com a menina que foi atacada por Boyd.

Até,
André C.

Sinopse: Baseada nos livros de Jeff Lindsey, a série conta a história de Dexter Morgan. Dexter é um personagem complexo cujo código moral e ações talvez sejam chocantes para alguns — e totalmente injustificáveis para outros. Na superfície, Dexter é um homem bom e charmoso. Durante o dia, ele é um especialista em sangue que trabalha ao lado da equipe da divisão de homicídios do departamento de polícia de Miami e vai além do seu trabalho para solucionar os assassinatos. Seu trabalho na verdade serve para ocultar sua verdadeira ocupação, a de serial killer, que consiste em matar aqueles que conseguiram escapar da polícia. Dexter ficou orfão aos 4 anos e guarda um traumático segredo, mas foi adotado por Harry Morgan, um policial que reconhece as tendências homicidas dele e guia seu filho para mudar sua terrível paixão em dissecar humanos para algo mais construtivo. Como todos os serial killers, o lado obscuro de Dexter é escondido das pessoas com quem ele passa mais tempo, principalmente daqueles que ele ama. Sua irmã Debra, que não desconfia de nada, é uma policial determinada, que sempre pede conselhos pessoais e profissionais para ele — desde sobre novos namorados até sobre uma série de mortes de prostitutas. A paixão por sua adorável namorada Rita, uma mãe solteira, faz com que ele enfrente a normalidade da vida diária.
Canal EUA: Showtime
Canal Brasil: FX
Temporada: Quinta
Episódio: Quarto – Beauty and the Beast (17/10/2010)
Elenco Fixo: Michael C. Hall (Dexter Morgan), Julie Benz (Rita Bennett), Jennifer Carpenter (Debra Morgan), Lauren Vélez (Tenente Maria LaGuerta), David Zayas (Angel Batista), James Remar (Harry Morgan), Desmond Harrington (Det. Joey Quinn) e C.S. Lee (Vince Masuka)

2 thoughts on “Dexter – Quinta Temporada

  1. Engraçado, eu to gostando bastante dessa temporada. acho que a partir do terceiro episódio o rumo começou a ficar bem mais interessante e acredito que só tem a melhorar. Quando menos se espera, Dexter consegue nos surpreender bastante.

    1. Andre C.

      Robson,
      então acho legal o rumo da vida de Dexter, mas canso um pouco destas histórias paralelas… Mas Dexter é fogo, realmente o cara sempre nos surpreende.

      Abraços!

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts