Dexter – Primeira Temporada

Dexter – Primeira Temporada

Dexter
Sinopse: Baseada nos livros de Jeff Lindsey, a série conta a história de Dexter Morgan. Dexter é um personagem complexo cujo código moral e ações talvez sejam chocantes para alguns  — e totalmente injustificáveis para outros. Na superfície, Dexter é um homem bom e charmoso. Durante o dia, ele é um especialista em sangue que trabalha ao lado da equipe da divisão de homicídios do departamento de polícia de Miami e vai além do seu trabalho para solucionar os assassinatos. Seu trabalho na verdade serve para ocultar sua verdadeira ocupação, a de serial killer, que consiste em matar aqueles que conseguiram escapar da polícia. Dexter ficou orfão aos 4 anos e guarda um traumático segredo, mas foi adotado por Harry Morgan, um policial que reconhece as tendências homicidas dele e guia seu filho para mudar sua terrível paixão em dissecar humanos para algo mais construtivo. Como todos os serial killers, o lado obscuro de Dexter é escondido das pessoas com quem ele passa mais tempo, principalmente daqueles que ele ama. Sua irmã Debra, que não desconfia de nada, é uma policial determinada, que sempre pede conselhos pessoais e profissionais para ele — desde sobre novos namorados até sobre uma série de mortes de prostitutas. A paixão por sua adorável namorada Rita, uma mãe solteira, faz com que ele enfrente a normalidade da vida diária.

Canal EUA: Showtime
Canal Brasil: FOX
Temporada: Primeira
Estréia no EUA: 01/10/2006
Estréia no Brasil: 08/07/2007

Elenco Fixo: Michael C. Hall (Dexter Morgan), Julie Benz (Rita Bennett), Jennifer Carpenter (Debra Morgan), Erik King (Sargento Doakes), Lauren Vélez (Tenente Maria LaGuerta), David Zayas (Angel Batista) e James Remar (Harry Morgan).

___________________________
Não vamos postar tudo da primeira temporada, pois já vimos faz algum tempo e já estamos na segunda, mas vamos dar a nossa impressão da primeira temporada.
Eu gostei muito, na verdade me surpreendi com a série, principalmente com a atuação magnífica do Michael C. Hall (Six Feet Under). A série é dele!
Em sua atuação simples e certeira ele nos passa realmente a mente de um Serial Killer que tenta deixar de lado suas emoções, ou a falta delas, para seguir em frente com a sua vida de assassinatos.
As partes em que ele mostra em pensamento (narrando), contradizendo o que ele vive, são perfeitas e fazem com que a série ganhe ainda mais volume e se torne boa, usando os assassinatos como pano de fundo, como um cenário para a briga mental que Dexter vive.
A primeira temporada, com 12 episódios apenas, foi muito boa, a segunda terá 24 e talvez comece a ter um ou outro episódio fraco.
O canal Showtime, hoje, é o canal com as melhore séries na minha opinião,

Até,
André C.
___________________________
Vi toda a primeira temporada, meio na seqüência, mas achei que ela só foi boa porque foram apenas 12 episódios e não acredito que a segunda temporada vai conseguir manter o nível, que, para mim, não é assim nada sensacional.
Todo mundo, inclusive o André, elogia o Michael C. Hall, mas eu acho que com aquele olhar sempre inexpressivo, querendo passar um ar de cara sem sentimentos, cansou, até porque não cola algumas situações, como o caso dele nunca ter feito sexo para não se envolver com a pessoa, pois isso vai contras as regras, que nunca são claras, criadas pelo pai.
E a primeira temporada teve um fim bem previsível, foi boa, mas longe de ser uma grande série, e vejo um futuro nada bom para ela com 24 episódios.

Abraços,
Alexandre Q

0 thoughts on “Dexter – Primeira Temporada

  1. […] apesar dos elogios, mas achava que este ano seria de Michael C. Hall, pelo frio e psicopata Dexter, mas agora temos um motivo para ver mais uma série, só falta […]

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts