Meia-Noite em Paris

midnight-in-paris

Quase sempre eu começo os pots do filme de Woody Allen falando a mesma coisa, pois ele é amado por poucos e odiado por muitos, e normalmente quem o odeia acaba não dando chance de ver trabalhos como este maravilhoso Meia Noite Em Paris.

Chamo de maravilhoso, pois tudo funciona bem aqui: roteiro simples, atuações ótimas, trilha sonora inspirada, piadas no momento certo e uma belíssima fotografia de Paris, aliás, os primeiros minutos de filme a trilha sonora e Paris entram em sintonia perfeita, que talvez só Woody Allen fosse capaz de fazer, e que com certeza não vemos tamanha poesia para a cidade nem no Paris Eu Te Amo.

As atuações estão perfeitas, e mesmo sem ser fã de Owen Wilson preciso dizer que ele encarnou muito bem o alter ego de Allen, perfeito nas suas incertezas, nas suas dúvidas e seus desejos, tudo do diretor está ali, a paixão pela arte, pela música, pelo passado e seus medos. Owen me surpreendeu positivamente, pois eu o acho um ator simples e aqui fez, em minha opinião, um grande trabalho.

Rachel McAdams, vai de uma beleza sedutora a uma quase megera, o que eu posso dizer disso?! Que atuação, deixou aquele ar de namoradinha da américa, de menina querida e se tornou um pesadelo para qualquer homem. Arrogante, dissimulada, mimada. Perfeita.

E sem falar de todo o elenco de apoio, como a bela Marion Cotillard, que está simplesmente estonteante como Adriana, aliás, ela idealizou perfeitamente tudo aquilo que o personagem de Owen queria para ele. E não posso deixar de citar o sempre ótimo Michael Sheen e a magnífica Kathy Bates.

Resumindo, Woody Allen faz um grande filme, talvez o seu melhor filme dos últimos tempos, pois ele está em perfeita forma, possui um elenco afinadísimo e uma história que mais uma vez reflete os sentimentos de pessoas comuns, como eu e você, pois todo mundo em algum momento da vida já pensou que nasceu na época errada!!!

Disparado o melhor filme que eu vi em 2011, e se a Academia tiver um pouco de respeito com o cinema, Meia-Noite Paris será lembrado no Oscar 2012.

Até,
André C.


 

Noite em Paris (Midnight in Paris – 2011)
Direção: Woody Allen
Roteiro: Woody Allen
Elenco: Owen Wilson (Gil), Rachel McAdams (Inez), Kurt Fuller (John), Mimi Kennedy (Helen), Michael Sheen (Pau), Nina Arianda (Carol), Carla Bruni (Museum Guide), Yves Heck (Cole Porter), Alison Pill (Zelda Fitzgerald), Corey Stoll (Ernest Hemingway), Tom Hiddleston (F. Scott Fitzgerald), Sonia Rolland (Joséphine Baker), Kathy Bates (Gertrude Stein), Marcial Di Fonzo Bo (Pablo Picasso), Marion Cotillard (Adriana), Léa Seydoux (Gabrielle), Emmanuelle Uzan (Djuna Barnes) e Adrien Brody (Salvador Dalí).

Nota Filme: 5.0

 

4 thoughts on “Meia-Noite em Paris

  1. Oge Marques

    Melhor filme do genial Woody Allen nos últimos 5+ anos!
    Quero ver de novo assim que tiver uma chance.

    1. Andre C.

      Oge,
      também estou com muita vontade de ver de novo, mas agora só em casa. Eu já gosto de filme com esta magia de volta ao passado, e com Wood Allen ainda fazendo isso de uma forma pura, e como disse, usando seres humanos normais, o filme acerta em cheio!

      Abraços

  2. Pamy

    Você esqueceu de citar a genialidade de colocar a primeira dama numa pontinha……! Chega a ser arrogante!! Hehehe
    Filme divertido, romântico, fantástico!
    Confesso que quando eu for à Paris ficarei acordada até meia noite numa escadaria esperando o que pode acontecer!!!

  3. Oge Marques

    Finalmente assisti pela segunda vez, a meia-noite, em Toulouse (não é Paris, mas…)
    :-)

    Morri de rir novamente com a sensacional cena do Salvador Dali (http://www.youtube.com/watch?v=ecYvVTfVCPk) e confirmei que o filme merece — de fato — 5 pipocas.

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts