Budapeste

Budapeste

budapeste_filme_poster

Kriska: Húngaro não se aprende em Livros!
Húngaro é a única língua que o diabo respeita!

Budapeste é um filme muito difícil, complicado, mas com algumas grandes virtudes: a fotografia da belíssima Budapeste, a atuação primorosa de Leonardo Medeiros e a bela húngara Gabriella Hámori.

O filme é daqueles que eu não indicaria para ninguém, pois é realmente um filme diferente, um pouco lento em alguns momentos e em outras parece sem direção, mas isso é a representação clara do momento da vida do protagonista José Costa, que passa por um momento de desilusão e descoberta de si próprio. O vemos distante no casamento, buscando nas palavras húngaras e nas histórias que escreve para os outros um novo rumo, uma nova conquista. Justamente por isso o filme se torna difícil e cansativo, uma vez que o protagonista parece não sair do lugar, rodando em círculos, sem perceber o que ele precisa é ser reconhecido pelas mulheres que ama no filme, pois é nesses dois momentos em que ele realmente tenta mudar a sua vida.

O filme só não cai no comum e tem alguma força por causa da atuação magistral de Leonardo Medeiros, que vive de forma espetacular a aflição e os desejos de José Costa, sem dizer no árduo trabalho de se comunicar em húngaro.

Aliás, o elenco todo está bem, até a global Giovanna Antonelli me surpreendeu positivamente, numa atuação muito bacana, mas um pouco distante do que vemos na húngara Gabriella Hámori, uma bela e ótima atriz.

Para os marmanjos de plantão as beldades brasileiras Giovanna Antonelli, Paola Oliveira e Débora Nascimento, além da húngara Gabriella Hámori, aparecem nuas por alguns pequenos segundos, aliás, nudez que acabou sendo pertinente a história, pois faziam parte da mente fraca, criativa e distante de José Costa.

Se me perguntarem se o filme merece ser visto, direi que pelas atuações sim, mas que talvez seja melhor ler o livro do Chico (ainda não li) ou gastar alguns bons reais e visitar a bela Budapeste.

Até,
André C.

Sinopse: José Costa é um bem sucedido ghost writer. Ao retornar do Congresso de Escritores Anônimos, em Istambul, uma ameaça de bomba faz com que seu vôo aterrisse em Budapeste, na Hungria. Logo ao chegar, se apaixona pelo idioma local. Já de volta ao Rio ele reencontra Vanda, sua esposa. Levando uma vida infeliz ele lembra de palavras húngaras durante o sono. Para tentar dar novo significado a sua vida, volta a escrever e “viver” a história de outros. Seu maior sucesso comercial é “O Ginógrafo”, que conta as aventuras amorosas de um alemão, no Brasil. Por não ser reconhecido pelo sucesso e nem pela esposa, que se apaixona pelo Alemão, Costa parte em uma viagem de auto-conhecimento em Budapeste.

Título Original: Budapeste
Gênero: Drama
País: Brasil
Ano de Produção: 2009
Tempo de Duração: 96 minutos
Lançamento no Brasil: 22/05/2009
Direção: Walter Carvalho
Roteiro: Rita Buzzar, baseado no livro Budapeste de Chico Buarque.

Elenco: Leonardo Medeiros (José Costa), Giovanna Antonelli (Vanda), Gabriella Hámori (Kriska), Paola Oliveira (Aquela), Débora Nascimento (Teresa), Antonie Kamerling (Kaspar Krabbe), Ivo Canellas (Álvaro), Chico Buarque e Paulo José.

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts