Jack Reacher – O Último Tiro

Jack Reacher – O Último Tiro

O grande problema de Jack Reacher é que em um certo momento do filme o bom suspense que tem início quando descobrimos que o atirador não é o mesmo cara que foi preso e quando Jack Reacher (Tom Cruise) começa a questionar o tal tiroteio é deixado de lado para focar apenas na ação, fazendo de Jack Reacher um filme comum que só sobrevive pelo carisma de Tom Cruise. Porém só o astro não salva o filme, o vazio que toma conta depois da sua metade se torna até cansativo,…

O Melhor e o Pior de 2012 – Parte 3

O Melhor e o Pior de 2012 – Parte 3

No último post eu falei sobre as mulheres no cinema me 2012, agora vou falar daqueles atores que tiveram um destaque nos filmes que vi no ano que passou, apesar de ter visto muita coisa boa no segundo semestre a lista pouco mudou em relação ao que vi em na primeira parte do ano onde escolhi os cinco melhores naquele momento, para ver a lista acesse o post aqui, mas vamos ao que interessa, as 10 melhores performances masculinas em minha opinião em 2012, ou melhor, dos filmes que vi…

O Homem da Máfia

O Homem da Máfia

O título O Homem da Máfia pode enganar muita gente que vai ao cinema para ver esta nova produção com Brad Pitt, uma vez que quando pensamos em máfia no cinema pensamos obviamente em filmes no melhor estilo O Poderoso Chefão, Os Intocáveis, Os Bons Companheiros, Cassino dentre muitos outros que tratam a máfia com ou sem glamour, mas sempre com muita violência e força, não que os dois elementos não estejam presentes neste novo filme do diretor Andrew Dominik (O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford), mas…

Amizade Colorida

Amizade Colorida

Depois de relutar um pouco acabei assistindo ao filme Amizade Colorida neste último fim de semana, eu apresentava um certo receio de ver o filme porque era impossível não lembrar do fraco Sexo Sem Compromisso com Ashton Kutcher e Natalie Portman (o único motivo para ver o filme), porém me surpreendi ao ver um filme bem a frente do outro, mesmo que apresente os mesmos clichês e aquele roteiro que todo mundo sabe o final. E o grande motivo desta surpresa está no casal principal Justin Timberlake e a sempre…

Deixe-me Entrar

Deixe-me Entrar

Enquanto defini o sueco Deixe Ela Entrar como Belo, forte, dominante, poético, triste, denso, aterrorizante, profundo… Eu posso definir o Deixe-me Entrar como um remake sem o principal, a alma! O diretor Matt Reeves até tentou montar um filme quase que cópia do original, mas a alma não se copia e ainda, em alguns casos, tirou do público o que o original deixou, a dúvida e até a sua poesia. Não vou dizer que Deixe-me Entrar não tem suas qualidades, tem sim, mas o problema maior é ser um remake…

O Visitante

O Visitante

Se pudermos falar que um filme tem alma, O Visitante é um destes filmes, pois é um drama emocionante, bonito, sincero, e sem nunca se tornar piegas ou dramático demais. Um filme de alma, e uma alma chamada Richard Jenkins (A Sete Palmos e Terra Fria), pois sua atuação é digna de um Oscar, só quem viu o filme pode entender porque Richard Jenkins estava concorrendo à estatueta. O filme conta a estória de um professor viúvo (Jenkins) amargurado, desanimado e que leva a vida de uma maneira totalmente rotineira,…