Inimigos Públicos

Inimigos Públicos

Mais uma vez demorei a postar comentários no site. Achei melhor então assistir a este filme para voltar. Aproveitei que o Cinemark Barigüi de Curitiba tem a Promoção Família e nos domingos me beneficio de pagar R$ 7,00 pelo ingresso inteiro até as 13h55min. Bom, vamos ao filme. É um filme de gângsters, mas não tão tenso quanto Estrada Para a Perdição. Não há tantas cenas de tiroteio e tal. (Já imagino o Quaqua comentando). Mas gostei do filme pelo fato de mostar como seriam as negociações

Harry Potter no IMAX Curitiba

Harry Potter no IMAX Curitiba

Olá pessoal. Faz um tempinho que não posto um comentário, mas vou tentar remediar isso e nada melhor do que comentar sobre a “moda” dos cinemas: IMAX. Ontem fui ver o filme Harry Potter no cinema IMAX de Curitiba. Não vou ficar reprisando o que todos sites ficam mencionam: detalhes de largura, altura, assentos, óculos, etc. Vou me ater um pouco aos comentários reais das pessoas existentes na sala e o que comentavam frequentemente: “- Mas é muito grande a tela;

Hoje é dia de: Futebol!

Hoje é dia de: Futebol!

Hoje este Blog não verá série, não verá filmes, porque hoje é dia de futebol, no meu caso e do Quaqua é dia de secar. Já o J.D. torcerá para um certo time desfalcado de um certo gordinho. E para homenagear esta quarta-feira cheia de jogos importantes, de torcida e de muita “secagem” nada melhor do que esta propaganda da Skol, que ainda está na TV, mas é exatamente o que se passa na cabeça destes torcedores apaixonados e incompreendidos. E como faz falta uma cerveja no estádio! Até, André…

Meu Nome Não é Johnny

Meu Nome Não é Johnny

Desde o lançamento dele no cinema, eu tinha vontade de vê-lo, não pelo fato da história em si (o filme é baseado em fatos reais), mas sim pela curiosidade da atuação de Selton Mello. A história é sobre João Guilherme Estrella, um rapaz de família da classe média carioca, que acaba se envolvendo com venda de drogas. No Brasil há vários casos como este, mas acredito que este foi um dos primeiros a ser “desvendado”. Confesso que não lembro das dimensões das notícias na época (começo dos anos 90), mas…

36 (36 Quai des Orfèvres)

36 (36 Quai des Orfèvres)

Vou começar avisando: Aos revoltadinhos ou preconceituosos sobre cinema europeu, por favor, nem se dêem ao trabalho de ler este post. Dito isto, vamos ao que interessa. Este filme francês conseguiu juntar o estilo de fotografia americano com o script (história) europeu. Isso sem as exageradas explosões dos carros. Antes que os mais espertinhos falem sobre a diferença entre estória e história já aviso: O filme é totalmente baseado em fatos reais (com óbvias mudanças e misturas dos fatos/personagens, tanto por respeito às pessoas bem como para evitarem processos, visto…