Entre Segredos e Mentiras

EntreSegredos2

EntreSegredosEMentirasAproveitando meu primeiro mês de graça do Netflix a gente acaba vendo alguns filmes mais antigos, como por exemplo Top Gun (eu nunca tinha visto) e esse aqui Entre Segredos e Mentiras.

Entre Segredos e Mentiras é um filme que beira o suspense, namora o drama, brinca de thriller e pensa que é um filme de investigação/documentário, mas no fundo o diretor Andrew Jarecki não faz o filme decolar em nenhum dos gêneros.

Entre Segredos e Mentiras é um filme de ficção baseado nos misteriosos fatos que envolvem a família Durst, que é uma poderosa família de NY e que se viu envolvida no início dos anos 80 no misterioso sumiço de um corpo, até hoje um caso não resolvido. Porém o filme, baseado em entrevistas que o diretor Andrew Jarecki fez com pessoas ligadas ao caso real, não empolga, tem o suspense, tem o mistério, o romance e a loucura, mas é em boa parte vazio e distante, tendo como maior destaque a boa presença de Ryan Goslin.

Aliás, mesmo sem ter uma atuação fora de série, é Ryan Goslin quem mantém o filme interessante e boa parte do filme, desde do seu relacionamento amoroso com Kirsten Dunst até quando a sua loucura/doença toma a frente da sua vida.

Talvez o grande problema do filme é que o diretor Andrew Jarecki quis criar um romance com um bom mistério por trás e investigar ao mesmo tempo, porém por namorar esses vários gêneros ele não consegue fazer com que o filme tenha alma, ou melhor, não seja vazio no seu final, uma vez que ele não consegue se aprofundar em nenhum dos gêneros que tentou, não temos um mistério/suspense que nos prenda no sofá, não temos um romance fora de série, desde o início o romance entre David (Goslin) e Katie (Dunst) é superficial e seu lado documentário não expões as feridas da família Marks/Durst, por exemplo a forma como ele trata a infância de David e a formação do seu caráter/doença é apagada, é feita a distância.

Resumindo, Entre Segredos e Mentiras, tem um mistério perfeito, uma família poderosa e cheia de sujeiras escondidas embaixo do tapete, mas é um filme que tenta ver tudo, todos os pontos de vista, mas acaba não tendo a força e a marca que poderia ter ao tocar em uma ferida ainda presente em NY.

Até,
André C.

Entre Segredos e Mentiras (All Good Things – 2010)
Sinopse AdoroCinema.com: 1971. David Marks (Ryan Gosling) é filho de um influente empresário, Sanford Marks (Frank Langella), mas nada quer com as empresas da família. Ele conhece e posteriormente se casa com Katie Mars (Kirsten Dunst), com quem abre uma loja de produtos orgânicos em uma cidade no interior dos Estados Unidos. O problema é que David não se sustenta e ainda depende da mesada da família. Um dia, ao receber a visita do pai, David recebe uma nova proposta para trabalhar em Nova York. Desta vez acompanhada com uma ameaça velada, de que Katie pode abandoná-lo caso mantenha o atual nível de vida. Temendo perdê-la, ele aceita o emprego e ambos se mudam mais uma vez. É o início dos problemas de relacionamento entre David e Katie, já que ele passa a querer agradá-la de todas as formas, mesmo que isto o torne infeliz.
Direção: Andrew Jarecki
Roteiro: Marcus Hinchey e Marc Smerling
País: EUA
Duração: 101 minutos
Elenco: Ryan Gosling (David Marks), Kirsten Dunst (Katie Marks), Frank Langella (Sanford Marks), Lily Rabe (Deborah Lehrman), Philip Baker Hall (Malvern Bump), Michael Esper (Daniel Marks), Diane Venora (Janice Rizzo) e Nick Offerman (Jim McCarthy).

Nota Filme 2.5

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts