Não Conte à Ninguém (2006)

NaoConteANinguem

Normalmente pensamos em filme francês como aquele filme lento e que faz uma análise profunda sobre o homem e seus relacionamentos, porém o que temos em Não Conte à Ninguém, do diretor e ator Guillaume Canet, é um Thriller de ótima qualidade com grandes momentos, muita perseguição e uma trama bastante interessante, apesar do final um pouco novelesco demais.

O ótimo François Cluzet é um pacato médico que 8 anos após perder a esposa, em um assassinato brutal, recebe mensagens alegando que ela ainda está viva, tudo acontece ao mesmo tempo em que ele volta a ser suspeito do assassinato, já que algumas lacunas sempre ficaram em aberto em toda a investigação.

O filme segue a luta de François Cluzet de provar sua inocência e de tentar achar a sua esposa, ao mesmo tempo que tenta fugir de alguns assassinos e da polícia. O filme é muito bem dirigido e muito bem montado, a cena em que François Cluzet foge a pé da polícia é impressionante, principalmente a cena em que ela precisa atravessar uma estrada. É daquelas cenas de tirar o fôlego!

Aliás o filme é muito bem editado e montado mesmo, pois consegue combinar drama, suspense e ação na medida certa, podendo fazer o telespectador pular do sofá logo após deixar o filme em águas calmas, sem dizer que tudo isso é muito bem embalado com uma excelente e moderna trilha sonora.

O problema do filme, que vem atingindo a maioria dos suspenses faz um tempo, é o seu desfecho que é bem inferior ao resto do filme, uma vez que Não Conte à Ninguém é um filme intrigante, envolvente e que segura o espectador durante seus 131 minutos e que nos faz usar a cabeça para tentar desvendar o mistério, mesmo que o roteiro até dê algumas amostras do que seria o seu final, ele é bem abaixo das expectativas.

Não Conte à Ninguém é um ótimo filme, apesar do final é um dos bons suspenses que vi nos últimos tempos, sem dizer que foi um dos grandes destaques no César de 2007, levando para casa as estatuetas de Melhor Ator, Melhor Diretor, Melhor Edição e Melhor Canção Original.

Até,
André C.

Não Conte à Ninguém (Ne le dis à personne – 2006)
Sinopse: O pediatra Alex, arrasado desde a morte de sua esposa Margot, selvagemente assassinada a oito anos, ainda nos primeiros dias de seu matrimônio, recebe um e-mail anônimo revelando o rosto de Margot… estará ela viva? Porque ela pede ao seu marido que… Não Conte a Ninguém? São muitas questões que Alex não terá tempo de investigar. Ele não terá tempo para erguer a tampa dessa Caixa de Pandora antes que a polícia reabra o caso. Após oito anos do assassinato de sua esposa os policiais estão, ainda, convencidos de que Alex é o verdadeiro culpado pela morte de Margot.
Direção: Guillaume Canet
Roteiro: Guillaume Canet e Philippe Lefebvre baseados no romance de Harlan CobenTell No One
País: França
Duração: 131 minutos
Prêmios: César 2007 – Melhor Ator (François Cluzet), Melhor Diretor (Guillaume Canet), Melhor Edição (Hervé de Luze ) e Melhor Canção Origina (Mathieu Chedid). Étoiles d’Or – Melhor Ator (François Cluzet) e Melhor Canção Original (Mathieu Chedid)
Elenco: François Cluzet (Alexandre Beck), Marie-Josée Croze (Margot Beck), André Dussollier (Jacques Laurentin), Kristin Scott-Thomas (Hélène Perkins), François Berléand (Eric Levkowitch), Nathalie Baye (Maître Elysabeth Feldman), Jean Rochefort (Gilbert Neuville), Marina Hands (Anne Beck), Gilles Lellouche (Bruno) e Guillaume Canet (Philippe Neuville)

Nota Filme 3.5

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts