Sangue Negro (There Will Be Blood)

Sangue Negro (There Will Be Blood)

sangueSinopse: Virada do século XIX para o século XX, na fronteira da Califórnia. Daniel Plainview (Daniel Day-Lewis) é um mineiro de minas de prata derrotado, que divide seu tempo com a tarefa de ser pai solteiro. Um dia ele descobre a existência de uma pequena cidade no oeste onde um mar de petróleo está transbordando do solo. Daniel decide partir para o local com seu filho, H.W. (Dillon Freasier). O nome da cidade é Little Boston, sendo que a única diversão do local é a igreja do carismático pastor Eli Sunday (Paul Dano). Daniel e H.W. se arriscam e logo encontram um poço de petróleo, que lhes traz riqueza mas também uma série de conflitos.

Título Original: There Will Be Blood
Gênero: Drama
País: EUA
Ano de Produção: 2007
Tempo de Duração: 158 minutos
Lançamento na Inglaterra: 26/12/2007
Lançamento no Brasil: 15/02/2008
Direção: Paul Thomas Anderson
Roteiro: Paul Thomas Anderson, baseado em livro de Upton Sinclair

Elenco: Daniel Day-Lewis (Daniel Plainview), Kevin J. O’Connor (Henry Brands), Ciarán Hinds (Fletcher Hamilton), Dillon Freasier (H.W. Plainview), Barry Del Sherman (H.B. Ailman), Russell Harvard (H.B. Ailman – velho), Paul F. Thompkins (Prescott), Randall Carver (Sr. Bankside), Coco Leigh (Sra. Bankside) e Paul Dano (Paul Sunday / Eli Sunday)
___________________________
Daniel Day-Lewis, Paul Dano e Paul Thomas Anderson são os responsáveis por fazer deste filme uma obra-prima. Que filmaço. Como sempre Paul Thomas Anderson é corajoso ao fazer seu filmes, o diretor do espetacular Magnólia mantém o filme sem diálogos por 11 minutos e mesmo assim faz você ficar totalmente ligado ao filme, tudo bem, a fotografia vencedora de Oscar ajuda e muito nestes minutos. Depois o show fica por conta de Daniel Day-Lewis e Paul Dano. O primeiro, como sempre, está espetacular no papel de um empreendedor do petróleo que desde das minas de prata luta para sobreviver. Uma pessoa amarga, sem sentimentos e que tem no dom da oratória e no rosto bonito de seu filho a estratégia para conseguir crescer cada vez mais. E Daniel Day-Lewis convence neste papel forte e de grande amargura, pois o seu Daniel é um cara sem sentimentos, sem família, sem alma e com muita ganância, um cara que é capaz de acreditar até em Deus ou em amor ao filho apenas para enriquecer e crescer. Já Paul Dano é o cara que desafia o poder de Daniel se passando por um “pastor” com um poder de oratória tão grande e tão envolvente que, se Daniel não leva a sério no começo, percebe durante os anos que precisa daquele aliado, pelo menos, para conseguir parte dos seus objetivos.
E o filme gira de forma lenta, mas envolvente na batalha entre duas pessoas gananciosas, uma usando o petróleo e outra o reino de Deus para conseguirem seus objetivos. Muitos podem desistir por achar o filme lento, denso e muito baseado no diálogo, mas quem chega ao final entende o título em inglês e tem uma grande surpresa com um dos melhores filmes do ano. E Daniewl Day-Lewis ganhou um Oscar merecidíssimo.

Até,
André
___________________________
Se você conseguir passar os 11 minutos de puro silêncio, apenas com gemidos, gente caindo e mais nada, parabéns, você é um vencedor. E se você conseguir ficar as outras 2 horas direto, sem parar e sem pensar porque está vendo este filme, parabéns, em época olímpica você merece uma medalha de ouro. Como sempre em filmes lentos e chatos, fiquei vendo sozinho, pois minha namorada preferiu ir ver o Faustão.
Não gostei, e não vou me alongar e nem ser lento como o filme, vou ser direito. O filme conta a história de um cara que é capaz de muitas coisas para crescer e que tem em um pastor seu inimigo, porém é isso, não espere mais que isso.
Ok! Os dois atores estão muito bem, porém só isso sem algo que te faça se emocionar, sentir o filme, só isso, não faz milagre.
Resumindo: chato.

Abraços,
Alexandre Q.

0 thoughts on “Sangue Negro (There Will Be Blood)

  1. lydxsfk yzeoat psaqzotv pgubtlfy zweclisrg iesrjvt ojsgkyu

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts