Mesmo Se Nada Der Certo

Begin-Again-Movie

Mesmo Se Nada Der Cero

Mesmo Se Nada Der Certo não é aquele filme inesquecível, mas é extremamente agradável, bom para os ouvidos, para os olhos e tem uma das cenas mais bacanas que vi no cinema nos últimos tempos.

O diretor, roteirista e compositor John Carney não inova, repete basicamente a fórmula de sucesso do excelente Apenas Uma Vez (Once – 2006), mas pelo incrível que pareça a fórmula funciona novamente, talvez nem tanto pela música e pelo ar descolado do filme de 8 anos atrás, mas pela forma leve e simpática que o filme desenrola e principalmente pelos dois atores principais, com uma química que eu jamais falaria que funcionaria.

O filme basicamente quer dar uma lição de vida, que sempre podemos recomeçar após a vida nos passar uma rasteira (Begin Again é título original), ou seja, existem milhares de filmes que mostram uma menina que foi trocada por outra recomeçando ou um cara bêbado, desacreditado e que perdeu tudo, inclusive a filha, recomeçando, porém John Carney usa a música para unir essas duas pessoas completamente diferentes, para encontrar o caminho novamente.

O filme, que é previsível em muitos momentos, já deixa claro isso na forma como o diretor não inova na maneira como conta como Keira Knightley e Mark Ruffalo se encontram em um bar após um dia terrível para os dois, mas é justamente nesta cena que eu vi uma das cenas mais bacanas nos cinemas nos últimos tempos, pois enquanto Keira Knightley canta sem empolgar a platéia, Mark Ruffalo enxerga muito mais que uma simples compositora, ele enxerga muito mais. Belíssima cena, de um diretor, roteirista que é apaixonado pela música, e que mais uma vez aproveita uma história simples para mostrar todo seu amor pela música.

Só para ficar mais claro, Keira Knightley é Gretta, uma compositora inglesa que vai ao EUA com o namorado Dave Kohl (Adam Levine da banda Maroon 5), um cantor que vira um astro mundial do dia para noite e, obviamente, troca de namorada rapidinho. No mesmo dia Mark Ruffalo é mandado embora da sua própria produtora de música, já que vive bêbado e não consegue mais encontrar razão nenhuma na profissão. Obviamente que os dois se completam.

Bem, como eu disse, esse encontro só dá certo porque John Carney não força, a cada cena que passa, o encontro casual e improvável dos dois parece ainda mais natural, justamente porque os dois atores estão leves e agradáveis em seus papéis, deixando a música e todo o roteiro levar o filme com uma grande qualidade até o final. Keira Knightley convence como uma compositora que sempre viveu colocando o namorado em um pedestal, até nas cenas em que canta ela passa aquele ar tímido de uma compositora que se arrisca no palco, a cena inicial isso fica bem claro. E Mark Ruffalo faz mais um pouco de Mark Ruffalo, mas como sempre preciso e com um grande talento. Ainda do elenco vale destacar a ótima presença de Hailee Steinfeld, que mostra mais uma vez todo o talento que já havia mostrado em Bravura Indômita.

Claro que não posso deixar de citar a música, uma trilha sonora extremamnete gostosa de ouvir, mas que pode não agradar a todos, já que é toda recheada de baladas indies, com pequenas homenagens a grandes músicas de todos os tempos, mas o que importa é que, por ser um romance musical,  as canções indies preenchem muito bem as cenas musicais, dando ainda mais alma ao filme e aos personagens, principalmente com NY como fundo, aliás, o diretor não poupou a cidade no filme, usa e abusa de cada canto de NY.

E assim como em Once, aqui a gente também torce pelo sucesso do casal na música e na vida, o final, mesmo que naturalmente previsto não estraga nada que o filme construiu com muito humor, leveza e mostrando a sua principalmente mensagem de que não importa o que aconteça, sempre podemos recomeçar.

Até,
André C.

Mesmo Se Nada Der Certo (Begin Again – 2013)
Sinopse AdoroCinema.com: Uma cantora (Keira Knightley) se muda para Nova Iorque, mas logo após chegar no local, seu namorado americano decide terminar o relacionamento. Em plena crise, ela começa a cantar em bares, até ser descoberta por um produtor de discos (Mark Ruffalo), certo de que ela pode se tornar uma estrela.
Direção: John Carney
Roteiro: John Carney
País: EUA
Duração: 104 minutos
Elenco: Keira Knightley (Gretta), Mark Ruffalo (Dan), Hailee Steinfeld (Violet), Catherine Keener (Miriam Hart), James Corden (Steve), Mos Def (Saul), Adam Levine (Dave Kohl) e CeeLo Green (Troublegum)

Nota Filme 4.0

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts