Um Certo Capitão Lockhart

Um Certo Capitão Lockhart

Como é bom o velho Western, vi dois ótimos em seguida, e os dois com James Stewart e com direção de Anthony Mann, mas este post falarei sobre Um Certo Capitão Lockhart.

O grande segredo deste western está em não ter aqueles momentos magníficos e nem um grande herói, apenas homens comuns em busca de algo, seja uma vingança, uma conquista ou um reconhecimento. Aproveitando o talento de Stewart em fazer homens comuns e do bem, Anthony Mann aposta muito na vida dos personagens no momento, sem dar muita ênfase ao passado deles, que apesar de importante, não precisa ser um grande mistério ou algo que defina o filme. O que importa é ali, aquele momento e suas decisões sobre as armadilhas na vida.

E para isso, de forma brilhante, Anthony Mann mostra que nem sempre nos grandes duelos na vida temos um vencedor. Em todos os duelos no filme fica aquela ideia de que ninguém lucrou com um tiro ou um soco. Isso é claro no diálogo entre Lockhart (Stewart) e Vic (Arthur Kennedy), após uma briga no meio da cidade. Outra amostra clara disso, é quando Lockhart tenta se defender ou até confrontar o homem (Donald Crisp) que tenta se vingar pela morte de filho, um sem um mão e outro praticamente cego. Um duelo em que no final sabemos que qualquer que fosse o resultado, não teria um vencedor.

Anthony Mann e James Stewart conseguiram mais uma vez construir um grande Western que toca em assuntos como ganância e a lei do mais forte, mas sem nunca querer tomar partido de um lado ou do outra, apenas contar mais uma boa história sobre homens que precisavam ser fortes para sobreviver, vingar, amar e morrer, e vencer o medo.

Até,
André C.

Um Certo Capitão Lockhart (The Man from Laramie – 1955)
Direção: Anthony Mann
Roteiro: Philip Yordan e Frank Burt, baseados em história de Thomas T. Flynn
Elenco: James Stewart (Will Lockhart), Arthur Kennedy (Vic Hansbro), Donald Crisp (Alec Waggoman), Cathy O’Donnell (Barbara Waggoman), Alex Nicol (Dave Waggoman) e Aline MacMahon (Kate Canady).

Nota Filme: 4.0

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts