Alice No País das Maravilhas (2010)

Alice No País das Maravilhas (2010)

Não posso dizer nem que adorei e nem que me decepcionei com Alice de Tim Burton, no resumo da ópera gostei do filme.

Quando o projeto foi anunciado, com as primeiras imagens de Johnny Depp como Chapeleiro Maluco eu imaginei que Tim Burton iria nos surpreender com uma Alice mais obscura e com um alcance mais adulto. Porém, isso já caiu por água abaixo quando li os primeiros comentários. Por isso não me decepcionei ao ver que Tim Burton deixou prevalecer o estilo Disney de filmar.

Mas também não posso ser totalmente injusto com o Burton, já que vemos elementos que lembram seu jeito de filmar, como a fotografia, a música e a caracterização em alguns momentos exageradas dos personagens, e por falar nos personagens, o grande destaque é Helena Bonham Carter.

A Rainha Vermelha é, para mim, o grande destaque de filme, deixando inclusive o Chapeleiro Maluco de Johnny Depp para trás. E os dois, que são os personagens mais exagerados do filme, tiveram liberdade para trabalhar, mas aqui Helena consegue o maior destaque com uma atuação cômica e sinistra ao mesmo tempo.

O que gostei do filme, que apesar de ter um lado muito infantil, foi que no fundo o filme trata de decisões que precisamos tomar ao passar da infância para a vida adulta já que Alice (a ótima Mia Wasikowska) precisa do País das Maravilhas, para perceber que ela precisa ser ela mesma e tomar suas próprias decisões, no caso casar ou não casar, aceitar ou não aceitar a sociedade em que vive e deixar de ser apenas uma menina.

E é justamente isso que faz do filme, um filme inteiramente agradável e o tornou um ótimo passatempo para todas as idades, de crianças a adultos, talvez apenas os mais apaixonados pelo livro de Lewis Carroll fiquem com um pé um pouco atrás.

Voltando ao primeiro parágrafo, o filme não me decepcionou, uma vez que eu já não esperava tanto um filme com a assinatura clássica de Tim Burton e, entendi um pouco o seu lado de ouvir a Disney e mesclar um tema mais adulto com uma dinâmica mais infalntil, uma vez que um filme mais obscuro afastaria os mais jovens do cinema. Mas ao mesmo tempo não posso dizer que adorei, pois faltou justamente aquele ar mais Tim Burton, mas no fim é um bom filme que traz ao cinema, de forma colorida e interessante a magia por volta de Alice no País das Maravilhas.

Até,
André C.


Alice No País das Maravilhas (Alice in Wonderland – 2010)
Direção: Tim Burton
Roteiro: Linda Woolverton, baseado em romance de Lewis Carroll
Fotografia: Dariusz Wolski
Música: Danny Elfman
Elenco: Mia Wasikowska, Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Crispin Glover, Anne Hathaway, Christopher Lee (voz), Michael Sheen (voz), Alan Rickman (voz) e Stephen Fry (voz)

Nota Filme: 3.5

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts