Um Conto Chinês

um_conto_chines_595

O argentino Um Conto Chinês é daqueles filmes passageiros, sem nenhuma inovação, sem ousar e muito menos sem surpreender, mas que ao final deixa em que assistiu um sorriso e um ar mais sereno, com a certeza que a vida ainda pode, mesmo que ao acaso, provocar alegrias impressionantes, daquelas em que você percebe que viver feliz é o que importa.

O diretor Sebastián Borensztein constrói um filme realmente simples, primeiro nos apresenta um solitário homem que tem todas as características de um solitário: mau humor, manias, metódico e cheio de regras pessoais, vivido perfeitamente pelo sempre preciso Ricardo Darín, e mostrando este personagem é que ao poucos o diretor nos leva para este mundo nada animador, chegando até a abusar de uma  fotografia parece mais escura e densa neste ponto do filme.

Porém, de uma maneira inteligente e contando com o talento de Ricardo Darín e com a ótima atuação de Ignacio Huang, o diretor, que também assina o roteiro, coloca um tempero chinês para bagunçar a vida do sisudo Roberto (Ricardo Darín), apesar deste momento reservar boas piadas o diretor brinca, com o silêncio e a diferença entre as línguas, e faz deste problema de comunicação momentos espetaculares do filme, pois é com o silêncio ou com os diálogos incomunicáveis que os 2 se tornam amigos, que os 2 preenchem um ao outro.

Um Conto Chinês não inova, não surpreende, mas de uma forma extremamente simples e em alguns momentos emocionantes, cria uma interessante e improvável amizade, mas deixa seu recado final de que na vida precisamos dar chance para a vida nos surpreender.

Até,
André C.

Um Conto Chinês (Un Cuento Chino – 2011)
Sinopse: Roberto vive recluso em sua casa há vinte anos e coleciona manias. Mas esta história é também de Jun, um chinês que apareceu na vida de Roberto depois de ser roubado e arremessado de um taxi em Buenos Aires. Roberto não fala chinês e Jun não fala espanhol. Roberto procura o isolamento e Jun, um tio, seu único parente vivo. Apesar das diferenças e dificuldades Roberto e Jun descobrirão uma grande amizade e respeito.
Direção: Sebastián Borensztein
Roteiro: JSebastián Borensztein
Elenco: Ricardo Darín (Roberto), Muriel Santa Ana (Mari), Ignacio Huang (Jun), e Iván Romanelli (Leonel).

Nota Filme: 3.5

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts