O Homem Que Mudou o Jogo

O Homem Que Mudou o Jogo

O grande problema de O Homem Que Mudou o Jogo aqui no Brasil é por ser um filme que ao o contar a história real de Billy Beane, o faz com um romantismo pelo beisebol, que não é um esporte muito simpático para nós brasileiros, mas é possível ver ao filme sem cansar do esporte, pois o que o filme conta é algo comum em qualquer esporte, inclusive o romantismo.

Basicamente o filme conta a história de um cara que resolveu mudar a maneira de montar um time de beisebol, pois cansou de ver os times ricos ganhando dos mais pobres e ano após ano tirando os seus jogadores por causa de propostas generosas de salários, assim sendo Billy Beane montou um time que custava pouco, mas que fazia o jogo acontecer. Isso acontece em qualquer esporte e por isso o filme tem seu valor até mesmo quando não entendemos toda a dinâmica, ou falta dela, por trás do esporte.

Só isso, com um bom roteiro, já faria de O Homem Que Mudou o Jogo um bom filme, mas temos um Brad Pitt vivendo Billy Beane em grande forma. Assim como comente sobre George Clonney em Os Descendentes, Brad Pitt faz do seu personagem um cara interessante e bem longe de ser um galã ou um homem encantador, mas sim um cara com um passado de derrotas que tenta se reencontrar na vida e no esporte que tanto ama. Brad Pitt mostra mais uma vez que se tornou um grande ator, e um dos maiores nomes de Holywood, pois talvez com outro nome na produção e no elenco não desse ao filme o devido destaque.

Além de Brad Pitt temos um Jonah Hill bem diferente do que estamos acostumados, realmente o ator surpreende neste papel bem diferente do que ele vinha fazendo no cinema, acho que a sua indicação ao Oscar foi algo como um prêmio pela boa transformação que ele tenta fazer em sua carreira, no filme ainda temos o ótimo Philip Seymour Hoffman em um papel muito pequeno e sem muito destaque.

Resumindo, O Homem Que Mudou o Jogo é um bom filme, muito bem feito, um pouco lento, mas que trata de um assunto que existe em qualquer esporte, a força do dinheiro, a força dos grandes contra os pequenos, por isso o filme se torna interessante de assistir. E mais uma vez Brad Pitt prova que é um grande ator e que diferente de atores que surgiram na mesma época ele pode fazer, atualmente, qualquer papel e em breve com toda a certeza levará o Oscar para casa.

Até,
André C.

O Homem Que Mudou o Jogo (Moneyball – 2011)
Sinopse: Billy Beane é o técnico de um time de beisebol de Oakland. Uma de suas funções é encontrar novos talentos em ligas amadoras, porém seu orçamento é reduzido. Para reverter essa situação, Beane decide investir em um sistema matemático que analisa os jogadores. Este filme foi indicado ao Oscar de Melhor Filme, Melhor Ator (Brad Pitt), Melhor Ator Coadjuvante (Jonah Hill), Melhor Edição, Melhor Mixagem de Som e Melhor Roteiro Adaptado.
Direção: Bennett Miller
Roteiro: Steven Zaillian e Aaron Sorkin baseados em conto de Stan Chervin e em livro de Michael Lewis (Moneyball: The Art of Winning an Unfair Game)
Elenco: Brad Pitt (Billy Beane), Jonah Hill (Peter Brand), Philip Seymour Hoffman (Art Howe), Robin Wright (Sharon), Chris Pratt (Scott Hatteberg) e Stephen Bishop (David Justice)

Nota Filme: 3.5

One thought on “O Homem Que Mudou o Jogo

  1. Lana

    Grande roteiro de Aaron Sorkin!! Li sobre uma nova série que mostrará uma história por trás das câmeras de um telejornal político, com teor opinativo. Eu acho que o Tema de The Newsroom é muito legal, além de ser muito interessante. Mal posso esperar pela estréia.

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts