Super 8

Super 8

Talvez eu seja muito criticado por alguns leitores do blog, mas Super 8 não me empolgou tanto quanto eu escuto outros falando por ai, o mais bacana de Super 8 é que o filme é uma homenagem nostálgica aos filmes onde adolescentes saíam em aventuras impressionantes, comuns nos anos 80, como Goonies, Jogos de Guerra, ET, De Volta Para o Futuro e Garotos Perdidos, dentre outros. Porém o filme não tem aquela magia, aquela aventura que vemos nos filmes em que ele claramente homenageia.

O nome de J.J. Abrams em uma produção sempre gera muita expectativa, ainda mais um projeto onde ele dirige, escreve e consegue o apoio do amigo Steven Spielberg, um filme com uma história de amigos que estão na hora certa, no momento errado e descobrem que um simples acidente é muito mais do que eles poderiam imaginar, e cá entre nós, em uma época sem tanta tecnologia e com mais liberdade, e inocência, as crianças partem em uma aventura que tem muito suspense, explosão e até um espaço para romance.

Mas para mim o filme não funcionou ao todo, é um filme apenas bacana, legal, pois como falei no início do post, falta ao filme a magia que os filmes do estilo tinham, em nenhum momento percebo nas crianças do filme aquele olho brilhando de uma criança dominada por uma aventura, pela magia e fantasia, e é por isso que realmente concluo que Super 8 é um filme que acaba não sendo aquilo que realmente queria, e se torna apenas um filme com bons momentos sobre crianças que partem noa aventura contra o exército do EUA.

No filme destaco a boa atuação das três crianças principais no filme Joel Courtney (Joe Lamb), Riley Griffiths (Charles) e Amanda Michalka (Jen Kaznyk). O trio realmente é bom e faz da amizade deles, a maior força do filme, aliás os três atores são os grandes motivos do filme empolgar em alguns momentos, mesmo quando a ação exagerada tira do filme o pouco de magia que os 3 atores davam ao seus personagens. Principalmente porque os 3 vivem praticamente um triângulo amoroso pré-adolescente.

Resumindo, o filme conseguiu grande impacto pelos nomes que estão por trás do projeto, mas Super 8 apenas namora de perto os filmes de sucesso dos anos 80, mas no geral não consegue se aproximar daquilo que se espera de um filme assim, e se torna uma simples aventura de crianças que precisam de alguma emoção para super os problemas que possuem em casa, a morte da mãe e o alcoolismo do pai.

Vale a pena conferir no fim do filme, nos créditos o filme que eles fizeram durante o filme.

Até,
André C.

Super 8 (Super 8 – 2011)
Sinopse:  No verão de 1979, um grupo de seis garotos testemunha uma catastrófica colisão noturna de uma caminhonete com um trem de carga. Eles registram tudo com a câmera com a qual estavam tentando fazer um filme. Mas eles começam a desconfiar que tudo aquilo não foi um simples acidente, ainda mais quando a Força Aérea chega na cidade e acontecimentos estranhos começam a acontecer.
Direção: J.J. Abrams
Roteiro: J.J. Abrams
Elenco: Joel Courtney (Joe Lamb), Ryan Lee (Cary), Zach Mills (Preston), Riley Griffiths (Charles), Gabriel Basso (Martin), Kyle Chandler (Jackson Lamb), Ron Eldard (Louis Dainard) e Amanda Michalka (Jen Kaznyk).

Nota Filme: 3.0

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts