Os 3 Mosqueteiros (2011)

Os 3 Mosqueteiros (2011)

Talvez as crianças e adolescentes de hoje não saibam direito quem são Os 3 Mosqueteiros e D’Artagnan, mas quem tem mais de 30 como eu com certeza sabe quem são ou já leu o livro de Alexandre Dumas, mas se o objetivo desta nova versão de Os 3 Mosqueteiros de Paul W.S. Anderson era trazer a magia dos espadachins para o cinema novamente, ou seja, trazer fãs jovens para a série, eu acho que o tiro não foi tão preciso.

No fim do filme já temos a certeza que Paul W.S. Anderson prepara (ou projeta) uma sequência para esta nova versão, mas no meu caso o filme não empolga por alguns motivos básicos: os mosqueteiros não são carismáticos e as ótimas lutas de espada dão espaço a explosões e mais explosões, deixando quase que em segundo plano o talento dos mosqueteiros.

Claro que é preciso modernizar alguns heróis do passado para trazer o público jovem para o cinema, porém Paul W.S. Anderson exagera demais aqui e, em minha opinião, perde um pouco da essência dos heróis. Até acredito que no começo do filme, nas primeiras cenas, o filme coloca um ritmo bacana e mostra cada um dos 3 mosqueteiros e depois D’Artagnan de uma forma muito interessante. Porém após a boa (única boa) luta dos mosqueteiros, quando os quatro se unem, o filme perde força e ganha em exageros, não sendo sustentado pelo roteiro e nem pelos atores.

Infelizmente Logan Lerman e Matthew Macfadyen não convencem como D’Artagnan e Athos respectivamente, e como eles são os dois personagens principais do filme, o filme perde em interesse, uma vez que os dois não fazem de seus personagens pessoas interessantes, e para completar os dois principais vilões, vividos por Orlando Bloom e Christoph Waltz, são tão caricáticos que beiram a comédia, não trazendo nenhuma tensão ou suspense ao filme.

Talvez o filme funcione em tela grande e com os vários efeitos 3D (que ficam claros até na tela pequena), porém em blu-ray o filme perde em força e impacto na primeira meia hora e parece se arrastar para justificar explosões atrás de explosões, salvando-se apenas a presença de Milla Jovovich e Luke Evans, os mais regulares no elenco.

A versão de Paul W.S. Anderson é muito pouco para o tamanho da história de Os 3 Mosqueteiros de Alexandre Dumas.

Até,
André C.

Os 3 Mosqueteiros (The Three Musketeers – 2011)
Sinopse: O jovem D’Artagnan, juntamente com os três lendários devem se unir e evitar que uma bela agente e seu mandante comecem uma guerra na Europa para a tomada do trono francês.
Direção: Paul W.S. Anderson
Roteiro: Alex Litvak e Andrew Davies baseado no livro Les Trois Mousquetaires de Alexandre Dumas
Elenco: Matthew Macfadyen (Athos), Luke Evans (Aramis), Ray Stevenson (Porthos), Milla Jovovich (Milady de Winter), Logan Lerman (D’Artagnan), Orlando Bloom (Duke of Buckingham), Christoph Waltz (Richelieu), Freddie Fox (King Louis XIII of France), Juno Temple (Queen), Til Schweiger (Cagliostro), Mads Mikkelsen (Rochefort), Gabriella Wilde (Constance) e James Corden (Planchet).

Nota Filme: 2.0

One thought on “Os 3 Mosqueteiros (2011)

  1. […] ainda podemos destacar 12 Horas, Espelho, Espelho Meu, Cowboys & Aliens, E Aí… Comeu?, Os 3 Mosqueteiros e Entre Vinhos e Amores que realmente ficaram abaixo daquilo que eu esperava quando vi o […]

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts