Looper: Assassinos do Futuro

Looper: Assassinos do Futuro

Podemos dizer que apesar de ser engenheiro não sou um adorador das ficções científicas, porém um gênero a parte delas, o de viagem no tempo, sempre me interessou e é exatamente isso que me chamou atenção para Looper, a mistura de viagem no tempo com uma ideia bem interessante, a de assassinos de aluguel.

Loopers são os assassinos que são contratados no passado para matar enviados do futuro, tudo milimetricamente armado, hora, local e pagamento, mas com uma regra apenas, matar todo mundo que aparece, porém o que aconteceria se um destes enviados fugisse e se ele fosse o assassino 30 anos no futuro? Bem, a confusão estaria armada, principalmente na cabeças de assassino e vítima, que acabam, obviamente se encontrando e se confrontando.

Looper realmente parte desta premissa muito interessante de uma assassino estar perseguindo ele mesmo até que o que o que ele faz afeta o outro, em uma caçada que brinca realmente com a confusão que poderia acontecer quando a mesma pessoa se encontra com ela em um espaço de tempo qualquer, e isso o filme aplica muito bem, gerando uma certa confusão que parece que nem os atores sabem o que está acontecendo, mas que realmente parece bem convincente já que este é um dos maiores dilemas nos filmes de viagem no tempo, de como isso afetaria a nossa memória, as nossas lembranças e a nossa vida.

Porém o filme perde, em minha opinião, na ação e na falta de força do roteiro principal, os dois demoram a empolgar, apesar de um ótimo elemento final, o filme parece que precisa de uma hora para outra terminar, parece que para evitar mais dilemas sobre a viagem do tempo o filme precisa correr para seu final, o que, em minha opinião, prejudica o resultado final, mesmo que no último minuto o filme realmente surpreenda.

Ou seja, Looper parte de uma uma premissa muito bacana, possui uma cena sensacional entre Bruce Willis e Joseph Gordon-Levitt, no café, mas corre para um desfecho, que apesar de interessante deixa aquela sensação que faltou alguma coisa a mais no meio disso tudo, mesmo com uma ótima atuação de Joseph Gordon-Levitt com jeitos e trejeitos de Bruce Willis o filme se torna um filme comum na sua forma geral, apesar da ideia e das piradas em relação ao tempo e ao espaço em uma viagem no tempo.

Até,
André C.

Looper: Assassinos do Futuro (Looper – 2012 )
Sinopse: E
m um futuro próximo, grupo de assassinos — conhecidos como Loopers – trabalham para um sindicato do crime no passado.  Diretamente do futuro, vítimas são enviadas para o passado para serem assassinados até mesmo antes deles nascerem, mas o que aconteceria se sua vítima fugisse e ela fosse o próprio assassino?
Direção: Rian Johnson
Roteiro: Rian Johnson
País: EUA/China
Duração: 119 minutos
Elenco: Joseph Gordon-Levitt (Joe), Bruce Willis (Old Joe), Emily Blunt (Sara), Paul Dano (Seth), Noah Segan (Kid Blue), Piper Perabo (Suzie) e Jeff Daniels (Abe)

Nota Filme 3.5

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts