Oscar 2013: Melhor Ator Coadjuvante

Oscar 2013: Melhor Ator Coadjuvante

Um dos prêmios mais disputados na noite de domingo será com certeza o de Melhor Ator Coadjuvante, apesar de um certo favoritismo para Christoph Waltz por Django Livre e Tommy Lee Jones por Lincoln, Alan Arkin de Argo e Philip Seymour Hoffman de O Mestre correm por fora assustando os favoritos, talvez apenas Robert De Niro no O Lado Bom da Vida possa ser considerado o azarão da noite.

Christoph Waltz (2 indicações ao prêmio, vencendo por Bastardos Inglórios) realmente está fora de série em Django, uma atuação digna desta indicação, mas ela me lembra em muitos pontos o Coronel Hans Landa de Bastardos Inglórios, mas isso não tira o mérito do ator de criar um personagem coadjuvante carismático e que consegue roubar a cena durante todo o filme. A seu favor jogam os prêmios que ele já levou no Globo de Ouro, no Austin Film Critics Awards, no BAFTA, dentre outros.

Tommy Lee Jones (3 indicações como Melhor Ator Coadjuvante, levando por O Fugitivo) como Thaddeus Stevens em Lilncoln também beira a perfeição, apesar de ainda não ter visto o filme, o clipe acima mostra e vai ao encontro dos comentários que li, que sua atuação é forte, marcante e inteligente, sem nunca cair no exagero. Ao seu favor jogam os prêmios recebidos no SAG Awards (não disputou contra Waltz), no Sierra Awards, dentre outros. Ele, é meu preferido para o prêmio este ano, apesar de ter gostado muito de Waltz, acho que Tommy Lee Jones vem nos últimos anos tendo ótimos trabalhos, inclusive este ano em Um Divã para Dois.

A crítica ainda aponta Philip Seymour Hoffman (3 indicações como Melhor Ator Coadjuvante) como uma possível surpresa, ou melhor, como um candidato forte que pode realmente desbancar os dois favoritos. Philip Seymour Hoffman é um daqueles atores que você vê no filme e sabe que ali vai ter uma atuação diferenciada, pois o ator não poupa esforços e nem tem medo de arriscar no seus papéis, e é assim neste novo filme, onde encara um personagem denso e forte, um líder religioso e manipulador. O Oscar estaria em ótimas mãos aqui também, ainda mais que o ator já levou para casa o Critics Choice Awards.

Alan Arkin (2 indicações Melhor Ator Coadjuvante, levando por Pequena Miss Sunshine), traz leveza e um pouco de ironia ao ar tenso que se forma em Argo, porém não levou nenhum dos prêmios que concorreu nesta corrida pré-oscar, mas mesmo assim a crítica o considera um bom concorrente, principalmente porque Argo é um filme que caiu nas graças da Academia e do público em geral.

E Robert De Niro (2 indicações Melhor Ator Coadjuvante, levando por O Poderoso Chefão II) é o azarão este ano, pois apesar de bons momentos no ótimo O Lado Bom da Vida, Robert De Niro parece não fugir muito do que tem feito nos últimos anos no cinema, até é uma boa atuação de um grande ator, mas realmente está bem distante do bom e velho De Niro,

Acredito que a Academia não surpreenderá e dará para um dos favoritos, e acredito que a surpresa será que o vencedor será Tommy Lee Jones, que também aquele que terá a minha torcida no próximo domingo, e assim temos como meus palpites para o Oscar o seguinte: As Aventuras de Pi com 3 estatuetas (Efeitos Visuais, Fotografia e Direção de Arte), Anna Karenina com 2 prêmios (Figurino e Trilha Sonora), Argo com 3 estatuetas (Melhor Roteiro Adaptado, Montagem e Edição de Som), Django com 1 estatueta (Roteiro Original), Os Miseráveis com apenas 1 Oscar (Mixagem de Som), Hobbit com 1 Oscar (Maquiagem), Valente como melhor animação, Amor 1 Oscar (Melhor Filme Estrangeiro), Lincoln 1 Oscar (Melhor Ator Coadjuvante) e Paperman como melhor curta de animação.

Mas minha torcida está assim: As Aventuras de Pi com 2 prêmios (Efeitos Visuais e Direção de Arte), Django Livre com 3 prêmios (Roteiro Original, Fotografia e Edição de Som), O Lado Bom da Vida (Melhor Roteiro Adaptado), Os Miseráveis com 1 Oscar (Figurino), Argo com 2 estatuetas (Montagem e Trilha Sonora), 007 – Operação Skyfall com 1 estatueta (Mixagem de Som), Hobbit também com 1 Oscar (Maquiagem), Detona Ralph como melhor animação, Amor 1 Oscar (Melhor Filme Estrangeiro), Lincoln 1 Oscar (Melhor Ator Coadjuvante) e Head Over Heels como melhor curta de animação.

Até,
André C.

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts