Kolya – Uma Lição de Amor

Kolya – Uma Lição de Amor

kolyaOntem revi no Telecine Cult o filme Tcheco, Kolja ou Kolya. Filmes como Kolja são incríveis, pois possuem uma beleza e uma sensibilidade estupenda que nem o tempo apaga, pois o filme não envelheceu nadinha, continua excelente.

O filme nos conta a vida de um violoncelista decadente de meia-idade, solteiro convicto, mulherengo e com graves problemas financeiros, que fora expulso da Filarmônica, sob a alegação de ser dissidente, e vive de tocar em funerais e limpar lápides no cemitério. Homem que casou por dinheiro com uma russa, para que esta não precisasse voltar para a União Soviética de Gorbachev. Homem sem nenhuma sensibilidade familiar, duro e egoísta.

É impossível você simpatizar logo de cara com o Louka, interpretado de forma muito convincente por Zdenek Sverák, mas quando surge em sua vida o menino Kolja, abandonado com a avó pela “esposa” russa de Louka, o filme muda completamente, deixa aquele ar duro e sem coração, para um lado de amor, sentimentalismo e beleza. E isso acontece de uma forma precisa, pois como nós, Louka se apaixona pelo charme, meiguice e tristeza dominante no olhar de Andrei Chalimon, o Kolja.

E o amor entre os dois cresce no mesmo tom que o filme fica mais cativante e ainda melhor, pois a dupla principal se encaixa perfeitamente, a vida dura e sem razão de Louka passa a se encher de amor, de vida, de carinho e de esperança. O renascimento de Louka para vida com a pureza de Kolja, e a segurança que o menino encontra em seu “pai”, são uma metáfora belíssima para retratar o renascimento da então Tchecoslováquia que de forma pacífica tira o poder o governo comunista e volta a ter a segurança de um povo.

O filme tem o fato curioso, além de ganhar o Oscar de melhor filme estrangeiro de 97 e vários prêmios do cinema Tcheco, o filme é roteirizado pelo ator Zdenek Sverák, que é pai do diretor Jan Sverák. Alías. A parceria continua dando certo, pois em 2007 eles fizeram juntos o filme Vratné lahve (Empties em Inglês) e ganharam diversos prêmios no cinema europeu.

Andrei Chalimon continuou atuando no cinema e na TV, segundo o IMDB até 2005, mas não com o mesmo destaque que em Kolja, já a bela atriz tcheca Silvia Suvadova pode ser vista em Velozes e Furiosos: Tokyo Drift.

Kolja continua um filme cativante e de extrema beleza, é daqueles filmes para ver e rever sempre que possível.

Até,
André C.
_____________

Sinopse: Por motivos políticos na República Tcheca, violinista é impedido de trabalhar. Um dia conhece uma jovem russa que precisa de marido tcheco para regularizar sua situação. Ele decide ajudar, mas a polícia desconfia. A mulher foge e deixa o filho Kolya com músico.
 Título Original: Kolja
Gênero: Drama
País: República Tcheca
Ano de Produção: 1996
Tempo de Duração: 105 minutos
Lançamento na República Tcheca: 15/05/1996
Direção: Jan Sverák
Roteiro: Zdenek Sverák baseado em uma estória de Pavel Taussig
Elenco: Zdenek Sverák (Frantisek Louka), Andrei Chalimon (Kolja), Libuse Safránková (Klára), Ondrej Vetchý (Broz), Stella Zázvorková (Mãe), Ladislav Smoljak (Houdek) e Silvia Suvadova(Blanka).>/small>

6 thoughts on “Kolya – Uma Lição de Amor

  1. Gostaria de saber como faço onde encontro esse filme para baixar, pois preciso fazer um trabalho para faculdade!!
    Um abraço…

    1. Andre C.

      Penha,
      infelizmente não sei sobre isso, mas em Locadoras mais antigas com certeza você encontra o filme.

      Abraço

    2. neco

      tocadoscinefilos net br

  2. Joseane Gebhard

    O filme mais lindo que já assisti. Realmente de uma sensibilidade tocante e que agrada qualquer coração, até mesmo os das pessoas mais duras e insensíveis. Lindo…Lindo…digno de CLAP CLAP CLAP 😉

Leave a Comment

Por favor preencha o algarismo que falta para enviar o comentário. *

Related posts